segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Momentos de Solidão

Momentos de solidão
Este sentimento de solidão
fere destruindo o meu coração
ah...
esta saudade que m' invade
a cada momento
a cada instante
fico só e contigo
no pensamento
Ainda te espero
tal é a minha loucura
tal é o meu ardente desejo
amo-te tanto
meu grande amor
minha doce ternura
Se por ventura a morte chegar
antes que a mim voltes
desolada
desesperada ficarei
com o coração a sangrar
ah!
meu amado
nada me irá consolar
Passe o tempo que passar
por ti estarei a esperar
porque ainda te amo
mentiria se dissesse
que a minha vida
é a mesma sem ti
seria mentir a mim mesma
iludir os sentimentos
seria uma farsa
ao tentar disfarçar
o meu desespero
a minha saudade
não...
não me quero enganar
Antes que a minh'a morte chegue
vivo e viverei infortunadamente
estes meus...
Momentos de solidão
Pintura-Vicente R, Redondo

18 comentários:

  1. Quanto maior o amor... maior a saudade... e a solidao é a consequencia...

    Beijos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Frida
      Completamente de acordo com o seu comentário...
      Mais verídico não podia ser!
      Grata
      Beijinhos e um bom fim de semana

      Eliminar
  2. Parece que algo te atormenta até o último segundo, Maria. Seus versos são tristes, mas uma tristeza bonita de se ler. Até mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade Gyzelle, há anos que vivo atormentada...
      Infelizmente só consigo expor os meus sentimentos em tristes palavras.
      Agradecida pelo comentário e visita
      Beijinhos

      Eliminar

  3. Olá Maria.

    Sou seu mais novo seguidor.

    Cheguei aqui através de amigos comuns que a internet propicia e assim, vamos nos tornando uma grande e cada vez maior quantidade de pessoas a se conhecerem e a seguirem uns aos outros na blogosfera.

    Maria , quando uma mulher diz para um homem: "amo-te tanto/
    meu grande amor/
    minha doce ternura",pode crer que se ele tiver nascido com todos os neurônios e cultivar os mais simples sentimentos de amor e reciprocidade, mínimo ira oferecer a esta mulher um abraço que terá gosto de "quero mais".

    Se é que me fiz entender!

    Estou lhe convidando para conhecer meus blogues:

    FALANDO SÉRIO. (Crônicas de amor romântico).
    http://ptamburro.blogspot.com.br/

    FRAGMENTOS DO ACASO (Crônicas do dia-a-dia)
    http://paulotamburrosexo.blogspot.com.br

    E como ninguém é de ferro venha ser o seguidor número 2 336 do nosso blog de humor:

    HUMOR EM TEXTOS (Crônicas que “pretendem” ser de humor)
    http://paulotamburro.blogspot.com.br/

    FOTOFALADA ( O nome já diz sobre o conteúdo do blog)
    http://tamburrofotofalada.blogspot.com.br/

    COMO ERA FÁCIL FAZER SEXO (Textos variados)

    http://adoraonoturnafeminina.blogspot.com.br/

    Um abração carioca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paulo Tamburro
      Fico bastante feliz em tê-lo com seguidor, agradeço!
      Já estou a seguir os seus blogues
      Confesso que ainda não tive tempo para os comentar, mas o farei assim que possível...
      Beijinho e um feliz fim de semana

      Eliminar
  4. Olá, Maria
    Se eu soubesse fazer poesia, por certo este poema teria sido escrito por mim, pois ele reflecte exactamente o meu sentir.
    Não lhe tirava nem acrescentava uma vírgula, de tal modo aqui estão descritos os sentimentos que me dominam em determinados períodos da minha vida, nomeadamente nos meses de Fevereiro, de há doze anos para cá.
    “Este sentimento de solidão…
    fere destruindo o meu coração” – é exactamente isso que acontece.
    Obrigado, amiga, por tão bem teres retratado o que sinto.

    Obrigado, também, pela gentil presença no «DEUSA».
    Vem mais vezes. Gosto de te ver lá.

    Um beijo com carinho
    MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Miguel
      Não posso dizer que fiquei feliz ao dizeres que te identificas na íntegra com as minhas tristes palavras, apenas lamento que não seja só eu a sentir-me assim...
      Gostaria que fosses feliz, muito sinceramente o digo meu amigo.
      Beijinhos
      Sim, passarei pelo teu blogue assim que dê por alguma novidade
      Votos de um bom fim de semana

      Eliminar
  5. Ahhh, estes momentos de solidão.
    Também me fazem fazer poesia.

    Linda poesia a tua.

    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Lola
      Grata pela visita e pelo comentário...
      Beijinho e um feliz fim de semana

      Eliminar
  6. Por vezes, é oportuno que tenhamos momentos de solidão; são nessas ocasiões que nos olhamos por dentro reconhecendo a nós mesmos...
    Beijo, nobre poetisa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá meu amigo Viviani
      Certamente que sim...
      A solidão, no meu humilde parecer, é uma excelente conselheira...
      Beijinho e grata pela visita e comentário
      Sempre atento e sobretudo muito gentil querido amigo Viviani.
      Feliz fim de semana

      Eliminar
  7. Uma escrita muito intima. A solidão, quando companheira fixa, maltrata o coração aos pouquinhos. Nem por isso é menos dolorosa.
    Triste, e bonito

    Beijoo'o

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradecida Simone, beijinho e uma boa noite

      Eliminar

  8. Minha querida amiga Maria
    Começo por agradecer a tua presença na "festa de aniversário" da minha «CASA», agradecimento este que tenho vindo a fazer aos poucos, (dentro da minha disponibilidade de tempo) e respeitando, como sempre, a ordem cronológica de chegada. Hoje chegou a tua vez 
    Obrigada!

    O tema deste teu poema toca-me de forma muito profunda.
    Como podes imaginar, também eu tenho muitos momentos de solidão.
    Felizmente nem todos são dolorosos; alturas há em que estar só, reviver tempos passados, tão felizes! entregarmo-nos apenas a esses pensamentos, traz-nos tranquilidade e paz, e a consequente aceitação do inevitável.
    Porém… nem sempre isto acontece; normalmente a solidão que me invade causa-me dor, sofrimento.
    Mas… a vida continua. Há que seguir em frente.
    Achei o teu poema maravilhoso.
    (identifico-me muito com a tua poesia, como sabes…)

    Resta-me desejar-te um excelente fim de semana.

    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade amiga Mariazita, a vida tem que continuar, mesmo que por caminhos tortuosos e e sombrios...
      Muito agradecida pelo teu maravilhoso e encorajador comentário
      Beijinho com todo o meu carinho

      Eliminar
  9. Oi, Maria, poema tão triste, mas por relatar uma alma sofrida fica belo, verdadeiro. E quem diz que o triste não é belo? Creio que sim, mas só em poemas como esse. Na vida real , é solidão, é sonho, é esperança. Mas algo sempre tiramos de positivo: o encontro conosco, e somos nós, nossos melhores amigos.
    Grande beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Tais
      Concordo plenamente com as suas palavras, no meio da solidão ou do sofrimento, há sempre algo que se aprende, termos que nos confrontar connosco próprios e reflectirmos sobre a realidade, ainda que dorida, da nossa vida...
      Beijinho grande

      Eliminar